Feliz 73 da Discórdia de 3174 YOLD

26 maio, 2008

ao som do álbum Aqualung do Jethro Tull

Aviso um: essa postagem é uma frescura. Se você tem algum problema com frescuras, volte outro dia.

Aviso dois: eu não tenho objetivo algum com essa postagem. Se você tem algum problema com coisas sem objetivo, volte outro dia.

Obrigado.

Feliz Natal! Feliz Páscoa! Feliz Ano-Novo!

Ah, minha gente, falem sério: as datas clássicas já enjoaram, não?

Vejam, meu relacionamento com elas é asséptico, num certo sentido. Nunca houveram coisas nem muito boas, nem muito ruins acontecendo durante essas datas – a não ser no Natal do ano passado, que foi muito bom, obrigado, mas isso é outra história.

O que eu quero dizer é que… Talvez seja clichê dizermos que essas datas são partes da máscara social que vestimos. Mas parece ser uma verdade, em algum sentido da palavra. Algumas vezes é um saco reunir a família, comprar presentar, dá-los, interagir – ora, não posso ficar em casa no Natal caso não esteja disposto a sair dela? Obviamente as mais diversas teorias vão surgir para explicar sua ausência, principalmente se você disser que faltou porque não estava com vontade de ir. Teorias que são outros pedaços das máscaras, mas não vou me desviar da conversa pra falar delas. Vou me manter nas datas comemorativas.

É um projeto antigo de muita gente quebrar as convenções sociais e, provavelmente, eis outro clichê, mas esse é não do populacho, e sim da intelligentsia. E eu gosto muito desse clichê. Quebrar convenções no linguajar discordiano é mindfuck (mindefuque para os contra anglicanismos). Tudo bem que o mindfuck engloba muito mais coisas que a simples quebra das convenções, mas acho que é uma ferramenta muito interessante para o mindfucker a quebra dessas normas sociais.

E existem muitas maneiras de aplicar isso – uma delas são as datas comemorativas. Outro dia, andando pela cidade com um colega, eu vi uns cartazes jogados aqui e ali, cartões pequenos colados em portas de banheiros de lojas, etc. com a seguinte frase: “Feliz Jihad”.

Feliz Jihad.

Genial.

Não sei onde quero chegar, mas falei de algo que queria.

Enfim, as datas, elas são “produtos culturais” em todos os sentidos; inserir um elemento de uma cultura diferente na nossa, ou provocar o estranhamento da nossa pelos meios diversos possíveis é algo muito interessante. E eu penso que trabalhar com as datas é muito importante. Digo isso, pois vejo a incredulidade de algumas pessoas quando você diz que segue um calendário diferente (no meu caso, o discordiano). E, realmente, é estranho! Porque todas as corporações, todos os calendários, todas as datas, tudo o que fazemos está inserido num espaço de tempo dividido e determinado e usado por nós há muito tempo (estou falando do Brasil e, de um modo geral, de todo o ocidente); assim, quando mudamos a forma de contar o tempo, nós nos perdemos.

É estranho MESMO.

Também é estranho escrever sem uma finalidade.

Mas eu realmente falei de coisas que eu queria. Comentem aí, quem sabe um mindfuck surja.

Ah!, e feliz septuagésimo terceiro dia da Discórdia de 3174 Year of Our Lady Discordia. Pra quem não sabe, hoje é o último dia do mês, e amanhã será o primeiro dia da Confusão do mesmo ano de 3174 YOLD.

Anúncios

4 Responses to “Feliz 73 da Discórdia de 3174 YOLD”

  1. Rev. Beraldo Says:

    Desconheço essa tua linguagem.

  2. cachaça Says:

    eu faço isso o tempo todo,
    nao só escrever,
    me sinto bem
    seu texto ta bastante satisfatorio cara,
    lhe indico mais viagens do genero!

  3. Rev. Beraldo Says:

    Eu faço viagens assim a todo o tempo, mas nunca aqui no blog. Nesse dia, inexplicavelmente, deu vontade de fazer isso.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: